Projeto Espetáculo 2020 estimula a imaginação sobre mundos pós-pandêmicos

Apresentações gratuitas em plataformas virtuais são voltadas à difusão cultural e formação artística pelas periferias da capital e RMSP.

Compartilhe:


Foto: Reprodução/Governo do Estado de São Paulo

 

As Fábricas de Cultura das zonas norte e sul de São Paulo, assim como a unidade de Diadema – programa da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo e gerenciado pela Poiesis – apresentam o Projeto Espetáculo 2020 desenvolvido por 130 aprendizes e 30 arte-educadores. Devido à pandemia da Covid-19, as peças audiovisuais e uma Web Arte serão exibidas gratuitamente no canal de YouTube e via Google Meet, respectivamente, em novembro e dezembro.

Para prestigiar as apresentações gratuitas, basta o público acessar essas plataformas virtuais nos dias e horários de cada espetáculo. Confira a programação, a sinopse e a ficha técnica na parte do Serviço desse release. A classificação indicativa é de 12 anos.

O livro “Ideias para adiar o fim do mundo” (2019), do ambientalista, líder indígena e escritor Ailton Krenak, foi escolhido como ponto de partida para a criação dos cinco espetáculos de 2020 das Fábricas de Cultura localizadas nas periferias da região norte e sul de São Paulo. A impossibilidade dos encontros coletivos não cessou a maneira colaborativa do trabalho. Com a orientação dos arte-educadores, os aprendizes subdividiram-se em núcleos e desenvolveram as peças audiovisuais pelas salas virtuais e redes sociais, desde a atuação até a colaboração em roteiros, personagens, músicas, coreografias, cenários e figurinos.

A Web Arte da Fábrica de Cultura de Diadema resulta de um processo de investigação artística, por meio da criação e produção de dois sites interativos com intervenções desenvolvidas pelos aprendizes das linguagens de Cinema e Dança. A partir de uma abordagem que permitiu uma perspectiva expandida, os aprendizes experimentaram diferentes paradigmas de criação e das multilinguagens em diálogo com seus contextos e cotidiano. Cada site é uma obra em si e funcionará como disparador de experiências sensoriais, afetivas e participativas no público durante a apreciação das obras.

O Projeto Espetáculo possibilita aos jovens aprendizes de 12 a 21 anos uma prática profunda nas artes cênicas, como agentes em todo o processo artístico que engloba pesquisa, construção e apresentação de um espetáculo. Ao longo de oito meses, realizaram estudos, ensaios e vivências, maior parte dessas etapas feitas de modo virtual por conta da pandemia e da necessidade de isolamento social. Trabalharam, simultaneamente, as linguagens do teatro, da dança, da música e do circo. Em 2020, os seis espetáculos são de coautoria dos aprendizes que vivem nos distritos onde estão localizadas as Fábricas de Cultura (Brasilândia, Capão Redondo, Diadema, Jaçanã, Jardim São Luís e Vila Nova Cachoeirinha), além da orientação dos arte-educadores da área artístico-pedagógica que considera os potenciais de cada integrante.

Por conta da pandemia e do isolamento social que vêm atravessando as etapas de criação dos espetáculos, os processos de trabalho foram desenvolvidos de forma híbrida, ou seja, virtual e a partir de 27 de outubro presencialmente e de forma gradual nas unidades das Fábricas de Cultura das regiões norte e sul da capital paulista.

A troca de saberes por uma construção colaborativa e experimental são mediadas pelos arte-educadores de diferentes linguagens artísticas, com a coordenação de Bernadeth Alves, mestranda em Artes Cênicas pela USP, diretora teatral, artista visual e orientadora artística do Projeto Espetáculo das unidades das zonas norte e sul de São Paulo. Já a Fábrica de Cultura Diadema conta com a coordenação de Fabio de Jesus, supervisor artístico-pedagógico da unidade.

O Projeto Espetáculo ocorre há 14 anos e desde 2013, com a gestão da Poiesis, até 2019 realizou 291 apresentações e absorveu 2.674 aprendizes matriculados. Entre 2016 e 2019, esses espetáculos das Fábricas de Cultura alcançaram mais de 18.800 espectadores. Em anos anteriores, as peças desenvolvidas pelos arte-educadores e aprendizes foram apresentadas nas próprias unidades e em teatros da capital paulista, como em 2019 no Centro Cultural da Juventude Ruth Cardoso (CCJ) e no Teatro Sérgio Cardoso.

Quer conhecer toda a programação virtual das Fábricas de Cultura? Acesse http://poiesis.org.br/maiscultura/.

 

 

Fonte: Governo do Estado de São Paulo

Compartilhe:

Comentários (0)

silhueta de um avatar

Escreva seu cometário...

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Publicidade

Mais notícias sobre Cultura

Governo prorroga prazo para pagamento de auxílio ao setor cultural

Governo prorroga prazo para pagamento de auxílio ao setor cultural

Governo prorroga prazo para pagamento de auxílio ao setor cultural

Catavento e Casa das Rosas estão entre os museus mais visitados do país

Catavento e Casa das Rosas estão entre os museus mais visitados do país

Tela de Tarsila do Amaral é vendida por R$ 57,5 milhões

Tela de Tarsila do Amaral é vendida por R$ 57,5 milhões

Museu da Imigração promove oficinas online e ação presencial

Museu da Imigração promove oficinas online e ação presencial

Mais notícias sobre Cultura

Governo prorroga prazo para pagamento de auxílio ao setor cultural

Governo prorroga prazo para pagamento de auxílio ao setor cultural

Governo prorroga prazo para pagamento de auxílio ao setor cultural

Catavento e Casa das Rosas estão entre os museus mais visitados do país

Catavento e Casa das Rosas estão entre os museus mais visitados do país

Tela de Tarsila do Amaral é vendida por R$ 57,5 milhões

Tela de Tarsila do Amaral é vendida por R$ 57,5 milhões

Museu da Imigração promove oficinas online e ação presencial

Museu da Imigração promove oficinas online e ação presencial

Publicidade