Barty, número 1 do mundo, vai às quartas do WTA 1000 de Madri

Australiana leva a melhor no duelo das duas últimas campeãs de Roland Garros contra Swiatek e marca encontro com a tcheca Petra Kvitova, tricampeã no saibro espanhol

Compartilhe:

No embate das duas últimas campeãs de Roland Garros, a número 1 do mundo Ashleigh Barty levou a melhor sobre Iga Swiatek. Em uma partida disputadíssima, a australiana bateu a polonesa (#17) por 2 sets a 0, parciais de 7/5 e 6/4, em 1h41 de jogo, e se garantiu nas quartas de final do WTA 1000 de Madri, na Espanha.

Sua adversária por uma vaga nas semifinais será a tcheca Petra Kvitova (#12), cabeça de chave número 9 e tricampeã do torneio espanhol (2011, 2015 e 2018), que passou pela russa Veronika Kudermetova (#28) com uma vitória por 2 a 1, parciais de 6/3, 4/6 e 6/4.

Barty em ação no WTA 1000 de Madri — Foto: Clive Brunskill / Getty Images

Barty em ação no WTA 1000 de Madri — Foto: Clive Brunskill / Getty Images

O primeiro set foi decidido no detalhe e disputado até o fim. Swiatek começou bem e abriu 3/0, mas Barty se encontrou, devolveu a quebra e voltou para a disputa. A parcial seguiu com muitas trocas de bola e com as tenistas incomodando o saque uma da outra, até que no 5/5 a polonesa jogou um game muito ruim com erros bobos e três duplas faltas, que acabaram culminando na quebra a favor da australiana. Servindo para o set, a número um do mundo resistiu à pressão e fechou em 7/5.

Vale destacar que Swiatek não perdia um set no saibro há nove partidas. Além disso, ela não havia cedido mais de quatro games nesses 18 sets jogados. Contra a líder do ranking, acabou oscilando no momento decisivo e pagou o preço. Após vencer a primeira parcial, Barty emplacou e largou na frente no segundo set com uma quebra no terceiro game.

Número um do mundo comemora vitória em Madri — Foto: Clive Brunskill / Getty Images

Número um do mundo comemora vitória em Madri — Foto: Clive Brunskill / Getty Images

Liderando por 3/2, a australiana enfrentou triplo break point e conseguiu sair do buraco, frustrando a tentativa de reação da polonesa, que voltou a cometer erros não forçados em momentos importantes. A partir daí, Barty controlou bem seus games de saque, atuou com consistência e inteligência, e decretou a vitória por 6/4.

Fonte:https://globoesporte.globo.com/tenis/noticia/barty-numero-1-do-mundo-vai-as-quartas-do-wta-1000-de-madri.ghtml

Compartilhe:

Comentários (0)

silhueta de um avatar

Escreva seu cometário...

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Publicidade

Mais notícias sobre Esportes

Norris diz não ter empatia com Ricciardo por adaptação difícil na McLaren

Norris diz não ter empatia com Ricciardo por adaptação difícil na McLaren

Norris diz não ter empatia com Ricciardo por adaptação difícil na McLaren

Barty desiste no meio do jogo e Gauff está na semifinal do Masters 1000 de Roma

Barty desiste no meio do jogo e Gauff está na semifinal do Masters 1000 de Roma

Sem conseguir voltar para a China, Paulinho tenta acordo para ser liberado pelo Guangzhou

Sem conseguir voltar para a China, Paulinho tenta acordo para ser liberado pelo Guangzhou

Chamado para seleção olímpica, Claudinho celebra 1ª convocação: "Sonho para todo jogador"

Chamado para seleção olímpica, Claudinho celebra 1ª convocação: "Sonho para todo jogador"

Mais notícias sobre Esportes

Norris diz não ter empatia com Ricciardo por adaptação difícil na McLaren

Norris diz não ter empatia com Ricciardo por adaptação difícil na McLaren

Norris diz não ter empatia com Ricciardo por adaptação difícil na McLaren

Barty desiste no meio do jogo e Gauff está na semifinal do Masters 1000 de Roma

Barty desiste no meio do jogo e Gauff está na semifinal do Masters 1000 de Roma

Sem conseguir voltar para a China, Paulinho tenta acordo para ser liberado pelo Guangzhou

Sem conseguir voltar para a China, Paulinho tenta acordo para ser liberado pelo Guangzhou

Chamado para seleção olímpica, Claudinho celebra 1ª convocação: "Sonho para todo jogador"

Chamado para seleção olímpica, Claudinho celebra 1ª convocação: "Sonho para todo jogador"

Publicidade