Sem Messi, títulos e dinheiro: Barcelona fecha ano de reparação e projeta futuro melhor

Clube vive temporada de altos e baixos, com goleada sobre o Real Madrid e eliminação na fase de grupos da Liga dos Campeões. Reforços de inverno mostram necessidade de mais contratações

Compartilhe:

O Barcelona encerra neste domingo, no jogo contra o Villarreal, a sua campanha na temporada 2021/22. Um ano de reconstrução, marcado logo no início pela saída de Lionel Messi, por problemas fora de campo, altos e baixos dentro dele, sem títulos e com sinais de que haverá muito trabalho para retornar ao topo do futebol da Europa.

Independente do resultado contra o Villarreal, o Barça vai terminar em segundo lugar no Campeonato Espanhol. O time da Catalunha disputou até agora 52 jogos na temporada: 26 vitórias, 14 empates e 12 derrotas — aproveitamento de 58,9% dos pontos. Fez 86 gols e sofreu 60.

— A temporada deixa uma sensação ruim. Somos o Barcelona, devemos brigar por títulos, temos que melhorar na temporada que vem, quando esperamos voltar a competir. Há a desvantagem econômica, mas esperamos ter a equipe mais competitiva possível — declarou o volante Busquets à Movistar+, após o empate sem gols com o Getafe.

Desempenho do Barcelona em 2021/22:

  • Campeonato Espanhol: Segundo lugar.
  • Copa do Rei: Eliminado para o Athletic Bilbao nas oitavas de final.
  • Liga dos Campeões: Eliminado na fase de grupos.
  • Liga Europa: Eliminado pelo Eintracht Frankfurt nas quartas de final.

Nos últimos três anos, o único título do Barcelona foi a Copa do Rei de 2020/21.

Koeman e outros problemas

Messi foi embora antes do início oficial na temporada, depois de não conseguir renovar contrato. O clube não tinha condições financeiras de mantê-lo no elenco. Pelo mesmo motivo, Griezmann também precisou ser emprestado ao Atlético de Madrid.

Chegaram Memphis Depay, Eric García e Sergio Agüero, contratações de jogadores em fim de ciclo nos clubes anteriores. Mas antes que 2021 acabasse, o atacante argentino se aposentaria do futebol por problemas cardíacos.

Esse foi um dos vários problemas do Barcelona na primeira parte da temporada. A situação financeira, por exemplo, quase impediu o clube de registrar os reforços para a liga espanhola. Outro foi a renovação de Dembélé, ainda incerta.

— Os principais problemas foram, acima de tudo, falta de consistência e pouca continuidade dos bons momentos. A equipe não tinha uma ideia clara no início, Koeman não tinha o apoio da diretoria e o vestiário percebeu isso. Houve muitas lesões na primeira fase da temporada. Os principais jogadores estão envelhecendo e as contratações não se consolidaram. O Barcelona tem um problema muito sério e é que não conseguiu renovar o elenco, o que já deveria ter feito em 2019 — comentou Joan Poquí, redator do “Mundo Deportivo” desde 1987.

A temporada é de reprovação. Os objetivos não foram alcançados, o Barcelona nem sequer competiu até o fim na maioria deles. Este desempenho não pode ser aprovado."

— Joan Poquí, redator do jornal "Mundo Deportivo"

O rendimento do time sob o comando do técnico Ronald Koeman levou meses para ser reprovado. Além do histórico ruim na temporada anterior, o Barça obteve cinco vitórias, três empates e cinco derrotas até o fim de outubro. A equipe estava em nono lugar na liga espanhola.

A campanha na Liga dos Campeões era ruim, com duas derrotas e duas vitórias por 1 a 0 — ambas sobre o Dínamo de Kiev, lanterna da chave. Koeman não resistiu e foi demitido.

Xavi assumiu o comando do Barcelona nesta temporada e conseguiu melhorar o time — Foto: Getty Images

Xavi assumiu o comando do Barcelona nesta temporada e conseguiu melhorar o time — Foto: Getty Images

Xavi e reforços colaboram

Após dias de angústia para a torcida e do imbróglio pelo pagamento da multa ao Al-Sadd, o Barcelona anunciou no início de novembro a chegada de Xavi Hernández, ídolo como jogador, agora como técnico.

O começo de trabalho foi complicado. Entre dezembro e janeiro, o Barcelona foi eliminado da Champions League ainda na fase de grupos, foi vice na Supercopa da Espanha para o Real Madrid e também caiu fora da Copa do Rei.

O elenco precisava de material humano. A diretoria conseguiu quatro reforços na janela de inverno, a maioria para o ataque: Daniel Alves, Ferrán Torres, Adama Traoré e Aubameyang. Dessas contratações, a única que exigiu pagamento de multa rescisória foi a de Torres.

Quase não havia dinheiro para grandes investimentos. O Barcelona chegou ao final de 2021 com dívida de 1 bilhão de euros.

Adama Traoré, Ferrán Tores, Daniel Alves e Aubameyang: os recentes reforços do Barcelona — Foto: Divulgação / Barcelona FC

Adama Traoré, Ferrán Tores, Daniel Alves e Aubameyang: os recentes reforços do Barcelona — Foto: Divulgação / Barcelona FC

Esses novos jogadores elevaram o nível do time, no geral, e foram protagonistas nos melhores jogos na temporada, como as vitórias sobre Atlético de Madrid, Napoli e, principalmente, Real Madrid.

Contribuições para gols dos reforços de inverno

Jogador Jogos Gols Assistências
Daniel Alves 16 1 4
Pierre-Emerick Aubameyang 22 13 1
Adama Traoré 16 0 4
Ferrán Torres 23 7 6

Fonte: Barcelona FC

A goleada sobre o maior rival foi o 12º jogo seguido de invencibilidade em 2021/22 e encerrou a série de cinco derrotas consecutivas para o Real. O Barça assumiu a vice-liderança do Campeonato Espanhol na 30ª rodada, ao vencer o Sevilla, com golaço de Pedri. Não mais revelação, ele foi um dos destaques do time na temporada.

Incertezas sobre o futuro

O título da Liga Europa foi visto como oportunidade para coroar essa recuperação. Mas depois de um empate na Alemanha, o Barcelona foi derrotado pelo Eintracht Frankfurt no Camp Nou e eliminado do torneio. Jogo que ficou marcado pela invasão da torcida visitante.

Tropeços no Campeonato Espanhol acompanharam essa eliminação e o Barcelona viu morrer o sonho do título nacional. O elenco chegou a fazer um churrasco para tentar espantar a crise.

Parece que dias melhores podem mesmo vir. O clube fechou acordo de patrocínio de 280 milhões de euros (mais de R$ 1 bilhão) com o Spotify, por três anos. A reforma do Camp Nou vai começar em junho. O presidente Joan Laporta fala sobre o interesse em Raphinha, do Leeds, e o Barça tenta tirar Lewandowski do Bayern.

A imprensa espanhola noticiou neste mês que a comissão técnica de Xavi almeja pelo menos oito reforços. O volante Kessié e o zagueiro Christensen são tratados como certos.

Só que é difícil vislumbrar o Barcelona fazendo grandes contratações na próxima janela de transferências de verão, diante da atual situação financeira. O clube teve prejuízo de 481 milhões de euros após impostos na temporada passada. Segurar peças relevantes como até mesmo Frenkie De Jong pode não ser possível.

— Salvamos uma temporada que poderia ter sido pior. Conseguimos os objetivos, sendo que em novembro todos acreditaram que tudo estaria acabado. Agora é trabalhar, temos o diagnóstico feito e queremos reforços. Tudo dependerá da situação econômica. Temos todos que fazer um esforço para o clube ser solvente — declarou Xavi, no domingo.

Barcelona espera por dias melhores na próxima temporada — Foto: AFP

Barcelona espera por dias melhores na próxima temporada — Foto: AFP

Confira o gráfico

Fonte:https://ge.globo.com/futebol/futebol-internacional/futebol-espanhol/noticia/2022/05/20/sem-messi-titulos-e-dinheiro-barcelona-fecha-ano-de-reparacao-e-projeta-futuro-melhor.ghtml

Compartilhe:

Comentários (0)

silhueta de um avatar

Escreva seu cometário...

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Publicidade

Mais notícias sobre Esportes

Gabigol em má fase? Veja os números por temporada desde que chegou ao Flamengo

Gabigol em má fase? Veja os números por temporada desde que chegou ao Flamengo

Gabigol em má fase? Veja os números por temporada desde que chegou ao Flamengo

Bruno Schmidt e Saymon conquistam 1º título da parceria em Vila Velha

Bruno Schmidt e Saymon conquistam 1º título da parceria em Vila Velha

Gabriel Jesus acerta com Arsenal e deixa o Manchester City

Gabriel Jesus acerta com Arsenal e deixa o Manchester City

Confira os resultados da rodada do Brasileirão

Confira os resultados da rodada do Brasileirão

Mais notícias sobre Esportes

Gabigol em má fase? Veja os números por temporada desde que chegou ao Flamengo

Gabigol em má fase? Veja os números por temporada desde que chegou ao Flamengo

Gabigol em má fase? Veja os números por temporada desde que chegou ao Flamengo

Bruno Schmidt e Saymon conquistam 1º título da parceria em Vila Velha

Bruno Schmidt e Saymon conquistam 1º título da parceria em Vila Velha

Gabriel Jesus acerta com Arsenal e deixa o Manchester City

Gabriel Jesus acerta com Arsenal e deixa o Manchester City

Confira os resultados da rodada do Brasileirão

Confira os resultados da rodada do Brasileirão

Publicidade