Bauru registra 100 mortes de pessoas com Covid-19 na fila de espera por leitos de UTI em 4 meses

Segundo o secretário de Saúde da cidade, a abertura definitiva do Hospital das Clínicas poderia resolver esse problema. Prefeitura busca soluções para a situação.

Compartilhe:


Bauru registra 100 mortes de pessoas que aguardavam por leitos de UTI Covid — Foto: Famesp e Prefeitura de Bauru/ Divulgação

 

Bauru (SP) registrou nessa terça-feira (8) a preocupante marca de 100 mortes de pessoas com Covid-19 que aguardavam na fila de espera por leitos de UTI na cidade, segundo levantamento da prefeitura.

Em março deste ano, 48 pessoas morreram esperando leitos. No mês seguinte foram 27 mortes e, em maio, foram 13. Já neste mês de junho foram 12 óbitos de pacientes que aguardavam por um leito já foram confirmados.

Diante da situação, o secretário municipal de Saúde de Bauru, Orlando Costa Dias, diz que o município já enfrenta uma terceira onda da doença.

"Nós estamos em plena terceira onda, ela já veio e já se instalou. Na semana passada, eu dei uma entrevista dizendo que as UPAs estavam vazias, agora todas as UPAs tem casos de Covid e ficam parados ali esperando uma vaga pro PAC e posteriormente para os hospitais."

Segundo o secretário, os pacientes estão recebendo assistência nas unidades municipais, mas alguns procedimentos demandam estruturas que apenas hospitais podem fornecer.

"As pessoas nessas unidades estão recebendo assistência. Claro, existem casos em que a pessoa precisa de uma hemodiálise e essa hemodiálise será feita apenas em um hospital e esses casos recebem preferência para conseguir a vaga antes, mas todos estão sendo assistidos. E o que a gente pede pra população é que por favor não aglomere, mantenha distância um do outro, use máscara, álcool em gel e luvas."

Ainda de acordo com Orlando, reuniões já estão sendo feitas para solucionar a situação e a abertura do Hospital das Clínicas poderia resolver o problema da falta de leitos.

"Nós estamos tendo o maior cuidado para que essas vagas surjam. Desde o final do ano passado, os nossos hospitais receberam menos verba financeira do governo e isso está implicando em um menor número de vagas na nossa região", explica.

"Temos o Hospital Manuel de Abreu fechado, o Hospital Lauro de Souza Lima com um hospital de ciência com 4 ou 5 pacientes internados e o Hospital das Clínicas que é a nossa grande esperança aguardando para abrir e os 220 leitos entrarem em atividade. Conseguimos 10 leitos de UTI e eles tem 40 de hospital de Campanha, mas precisamos de muito mais e isso seria totalmente resolvido com a abertura do HC."

O secretário informa que os promotores estão cobrando uma solução do município, da Famesp e do governo e que a prefeita, Suéllen Rosim, está em São Paulo para tratar de algumas questões que também incluem este assunto.

A ampliação do horário de atendimento das unidades de saúde sentinela deve ser ampliado a partir da próxima semana, para que as pessoas com suspeita de coronavírus não se dirijam para a emergência e acabem sobrecarregando o atendimento, segundo o secretario.

"Nós vamos abrir umas unidades básicas, chamadas de sentinela, para atendimento pelo menos até 0h. São três unidades e uma dela acredito que vá funcionar 24 horas. Nelas serão feitas testagens e triagens com pacientes suspeitos de Covid. Porque hoje os pacientes estão com suspeitas e já vão para a unidade de emergência e estamos tentando diversificar."

O fechamento das UBS aos fins de semana e a falta de preferência dos médicos para fazer plantões devido a baixa remuneração são alguns dos problemas que a secretaria da cidade pretende resolver para conseguir atender a população.

"A UBS fecha no fim de semana, mas queremos que ela continue aberta como na época dos casos de dengue. Eu tive uma reunião e os médicos relataram os problemas que eu vou levar para a nossa prefeitura e tentar resolver para atender as reivindicações dos médicos, acredito que na próxima semana. O plantão ficou desinteressante, desde 2014 não é feita uma melhoria do valor do plantão e ele perde o atrativo, vamos tentar aumentar o valor", esclarece o secretario.

Desde o início da pandemia, Bauru confirma 45.130 casos positivos da doença e, destes, 41.240 são pacientes curados e 924 moradores do município morreram até o momento.

Em nota, o Secretaria de Estado da Saúde diz que o governo promoveu uma salto de 30 para 260 leitos de UTI na região, quase dez vezes maior do que o cenário pré-pandemia, além de outros 360 leitos de enfermaria exclusivos para atendimento a pacientes da doença.

A nota diz ainda que o governo repassou à região desde o ano passado mais de R$ 23,8 milhões para auxílio no combate à pandemia, sendo R$ 4,1 milhões especificamente para Bauru.

Em relação às cobranças pela abertura do Hospital das Clínicas no "predião" do Centrinho, a nota diz que "as medidas para implantação de um serviço de alta complexidade no local envolvem discussões técnicas, como aprimoramento de infraestrutura e perfil assistencial, e são objeto de análise pelas equipes da pasta, considerando as necessidades regionais".

 

 

Fonte: G1

Compartilhe:

Comentários (0)

silhueta de um avatar

Escreva seu cometário...

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Publicidade

Mais notícias sobre Ibitinga

Prefeitura de Ibitinga realiza Audiência Pública digital na segunda-feira (21)

Prefeitura de Ibitinga realiza Audiência Pública digital na segunda-feira (21)

Prefeitura de Ibitinga realiza Audiência Pública digital na segunda-feira (21)

Alguns inscritos no Concurso Público de Ibitinga farão prova no dia 27, outros no dia 11 de julho

Alguns inscritos no Concurso Público de Ibitinga farão prova no dia 27, outros no dia 11 de julho

Confira o boletim diário da Covid-19 em Ibitinga

Confira o boletim diário da Covid-19 em Ibitinga

Covid-19: nesta sexta-feira (18), Ibitinga vacina pessoas de 53 e 54 anos SEM COMORBIDADES

Covid-19: nesta sexta-feira (18), Ibitinga vacina pessoas de 53 e 54 anos SEM COMORBIDADES

Mais notícias sobre Ibitinga

Prefeitura de Ibitinga realiza Audiência Pública digital na segunda-feira (21)

Prefeitura de Ibitinga realiza Audiência Pública digital na segunda-feira (21)

Prefeitura de Ibitinga realiza Audiência Pública digital na segunda-feira (21)

Alguns inscritos no Concurso Público de Ibitinga farão prova no dia 27, outros no dia 11 de julho

Alguns inscritos no Concurso Público de Ibitinga farão prova no dia 27, outros no dia 11 de julho

Confira o boletim diário da Covid-19 em Ibitinga

Confira o boletim diário da Covid-19 em Ibitinga

Covid-19: nesta sexta-feira (18), Ibitinga vacina pessoas de 53 e 54 anos SEM COMORBIDADES

Covid-19: nesta sexta-feira (18), Ibitinga vacina pessoas de 53 e 54 anos SEM COMORBIDADES

Publicidade